forworldtriplovers.com

Onde dormir em Amsterdam: em que bairro ficar?

Quem sou
Aina Prat
@ainaprat
REFERÊNCIAS EXTERNAS:

FONTES CONSULTADAS:

Avaliação do artigo:

Aviso de conteúdo


Atividade abundante reina na capital Bataviana, herdeiro da Idade de Ouro Holandesa e do dinamismo portuário da cidade. Em alguns bairros, os turistas são onipresentes e agacham-se por longas horas nos típicos cafés castanhos, escuros e acolhedores, ou nos famosos cafés enevoados que pontilham os cais, enquanto outros são frequentados quase exclusivamente pelos locais.

Amsterdã é um lugar de festa, cultura e passeio. Como um povo firmemente enraizado em sua história, olhando para o futuro, a cidade oferece múltiplos pontos de queda, tão diferentes quanto as expectativas de seus visitantes. Albergues da juventude lotados, hotéis de festas supercharged ou hotéis charmosos para os amantes, Amsterdã está aberta a todos os gostos e oferece, apesar de um custo geral de hospedagem entre os mais altos da Europa, bairros com ambientes muito variados. Então, onde dormir em Amsterdam? Revisão detalhada dos bairros para encontrar alojamento e explorar a cidade em paz.





Encontre uma seleção de hostels com os melhores preços em Expedia.com

Centro da cidade

O centro histórico de Amsterdã reúne a maioria dos monumentos mais interessantes para se visitar. De a famosa praça da represa, você será capaz de brilhar em direção o Palácio Real, Museu Madame Tussauds ou o famoso mercado de flores. Muito central, este bairro beneficia da presença da estação e de um verdadeiro centro de transportes públicos que o levará onde quiser em poucos minutos. Um bairro prático para ficar e visitar a capital em todas as direções.

The Red Light District

Ponto de queda para a maioria dos foliões de todas as esferas da vida, o Red Light District é tão famoso por suas vitrines completas quanto por seus cafés lotados. Suas ruas animadas por vários bares e restaurantes à noite mergulham o viajante em um mundo colorido e aconchegante onde a aventura está ao seu alcance. Durante o dia, o bairro lembra o seu aspecto histórico pela presença de inúmeras igrejas que atraem um tipo de visitantes completamente diferente. As acomodações aqui são baratas (com um bom número de albergues), mas tome cuidado com a vida noturna, e muitas vezes barulhenta, da área. Se você tem o sono leve, não recomendamos que durma nesta área.





Waterlooplein et Le Plantage

Aqui, a visita é envolta em trajes de história. O antigo bairro judeu de Amsterdã viu nascer um dos maiores filósofos de nossa civilização na pessoa de Spinoza e acolheu outras figuras ilustres da arte e do pensamento, como Descartes ou Rembrandt. Ideal para quem gosta de caminhar em busca de muito verde, o bairro possui uma famosa feira de pulgas, um jardim botânico e um zoológico muito procurado pelos turistas. Recomendado para românticos.

The Canals Loop

Este distrito concêntrico circunda a cidade velha de Amsterdã e tem um pouco menos de atividade borbulhante. Seguindo os canais e becos mais típicos da cidade, você poderá desfrutar, a pé ou de bicicleta, o encanto da arquitetura de tijolos da cidade. Visitas colaterais, o Museu Anne Frank ou o museu Villet Holthuysen irá deliciar os fãs de história. Finalmente, este bairro dinâmico oferece muitas possibilidades para fazer compras ou comer fora: uma mais-valia para voltar rapidamente ao seu alojamento à noite.

Jordânia

Jordaan é um dos bairros de classe média alta mais desejáveis ​​de Amsterdã. Este antigo distrito da classe trabalhadora em uma fase de boboização avançada combina a beleza das casas tradicionais com acesso aos produtos de consumo mais modernos. Você encontrará facilmente mercearias orgânicas, restaurantes ecléticos e galerias de arte para uma visita revigorante e sensual da cidade.

Jordaan, nosso bairro favorito

Leidseplein

Ao sul da cidade, o distrito de Leidseplein também desfruta de uma atividade abundante e festiva. A cinco minutos do Vondelpark e próxima à praça mais animada de Amsterdã, esta área prolífica abriga muitos bares e restaurantes e atrai muitos acrobatas que operam diretamente na rua. Ficar neste distrito garante a você um atmosfera festiva, mas aqui novamente, tome cuidado com o nível de ruído à noite: seu sono certamente não será o melhor!





O distrito dos museus

Para aqueles que desejam nada além de tranquilidade, o Bairro dos Museus é certamente o lugar ideal para encontrar sua acomodação e largar suas malas na capital bataviana. Muito verde, o bairro abriga os museus mais famosos da cidade, como o museu Van Gogh ou o Rijksmuseum. O ambiente tranquilo do bairro é contrabalançado pela presença de uma das salas de concerto mais famosas da cidade, o Concertgebouw. Não hesite em fazer um tour ou procurar alojamento para a sua estadia.



O cano

De Pijp é conhecida pelo seu charme e tranquilidade de suas ruas (perfeita para dormir bem após um longo dia de passeios). Seu espírito bobo ainda não atraiu as massas de turistas e mantém um aspecto popular, um legado de seu passado operário. No entanto, existem muitas oportunidades de entretenimento aqui. Galerias de arte, cafés, incluindo os famosos Green House e os bares tradicionais formam a estrutura de um bairro animado, mas ainda autêntico. Portanto, recomendamos este lugar para encontrar sua acomodação em Amsterdam.


Amsterdã brilha com seu charme multifacetado

Se Amsterdã é tão popular, é porque permite que cada viajante corresponda às suas expectativas, por mais ecléticas que sejam. Da festa interminável nos distritos da luz vermelha ao calçadão sereno ao longo dos canais repletos de história, Amsterdã brilha com seu encanto multifacetado, seu passado glorioso e seus ilustres habitantes. Arte ou festa, cultura ou prazer, Amsterdam se apresenta como um filósofo hedonista e garante a todos uma viagem inesquecível ...


Adicione um comentário a partir de Onde dormir em Amsterdam: em que bairro ficar?
Comentário enviado com sucesso! Nós o revisaremos nas próximas horas.